ATELIÊ DE CERÂMICA

O Ateliê de Cerâmica

Um verdadeiro oásis no centro de Contagem abriga o espaço criativo e expositivo de uma família de ceramistas.

Três mentes criativas, seis mãos habilidosas e uma infinidade de possibilidades a partir da argila e de muita criatividade dos artistas. A relação que Flávia Soares e os filhos Daniel Romeiro e Luiza Soares possuem com a cerâmica é algo muito singular e, ao mesmo tempo, bastante visceral. Flávia se envolveu com a técnica logo depois de se formar como designer de ambientes, na década de 90. Com o tempo, foi se especializando na produção de peças a partir da argila e logo se tornou uma das principais referências do assunto no estado. Por conta da influência direta da mãe, os filhos acabaram experimentando a prática da cerâmica, mas cada um foi desenvolvendo uma linha completamente diferente, mas que hoje complementa o trabalho iniciado por Flávia. Enquanto o autodidata Daniel utiliza-se mais do torno para dar forma às suas peças, Flávia e Luiza seguem uma linha mais livre em suas criações, mas com habilidades bastante distintas: a primeira produz objetos baseados em técnicas mais clássicas, e a segunda preza pela elaboração de esculturas e peças que complementam seu trabalho como arquiteta e paisagista(ela também é cantora). Assim, quando a família se reúne para produzir utilitários, cada item criado em conjunto carrega harmoniosamente o estilo de cada um dos artistas. Na área artística, cada um desenvolve um estilo próprio, uma espécie de assinatura. Essa forma de trabalhar, aliás, é o que dá a tônica d´ O Ateliê de Cerâmica.

Localizado no centro de Contagem, cidade industrial que integra a Região Metropolitana de Belo Horizonte, o espaço fundado por Flávia Soares em 2002, já passou por várias ampliações e adaptações nesse período. A última envolveu a ampliação da área de produção do ateliê e a instalação de um novo forno, que mudou a rotina do ateliê, ampliando significativamente a capacidade de produção dos artistas.

Na rotina de trabalho, todos se envolvem ativamente em todos os processos de construção artística. A criação de uma simples xícara (que na verdade nem é tão simples assim) geralmente envolve a participação dos três: entre o desenho, modelagem, esmaltação e queima, as peças passam por várias mãos. Dessa forma, cada produto produzido pelo trio é único. Dentro d’O Ateliê de Cerâmica não existe produção em série. Trabalhar de forma artesanal é força-motriz destes artistas, que se dedicam à criação de peças únicas, que prezam pela autoralidade e pelo design único. Já que a cerâmica oferece inúmeras possibilidades, o trio está sempre motivado a criar algo novo. Por isso, a cada visita ao ateliê, o público sempre encontrará novidades. “A cerâmica é muito versátil. É um material encontrado tanto na arqueologia, vestígios de culturas antigas, quanto na tecnologia avançada. Ela está pulverizada em tudo. Podemos transformar a argila no que a gente quiser”, destaca Daniel Romeiro.

As criações do Ateliê de Cerâmica logo conquistaram diversos chefs de cozinha de todo o país, que passaram a encomendar linhas exclusivas para os seus restaurantes. O objetivo é tornar a experiência dos clientes ainda mais especial. É o caso do Glouton, comandado pelo premiado Leo Paixão, que possui uma linha completa desenvolvida com exclusividade pelos artistas; que também criaram peças para o Oop Café, além do conjunto de xícaras e pires que fazem enorme sucesso nas lojas da Dengo Chocolates em São Paulo e no Rio de Janeiro, além de diversos outros estabelecimentos não só em Minas, mas em diversas outras cidades do país. O fato é que a originalidade do trabalho deste trio vem conquistando cada vez mais consumidores de todo o Brasil.

“O Ateliê de Cerâmica possui um trabalho com extrema qualidade e muita delizadeza, em família, de forma muito artesanal. Eles conseguem fazer a moldura perfeita para as minhas criações na cozinha. Acredito que os nossos trabalhos são interligados já que o resultado de um depende do outro. Para mim é uma grande honra para mim tê-los como parceiros”, destaca Leo Paixão, chef fundador dos restaurantes Glouton, Nicolau, Nico e um dos jurados do programa Mestres do Sabor, da Rede Globo.

Espaço acessível e aconchegante

Os visitantes são recebidos por uma fachada charmosa e muito convidativa. Além da área de produção dos artistas, o espaço ainda abriga a loja, um café, um vistoso jardim cercado de orquídeas e outras espécies tropicais, e uma galeria, criada para receber exposições, aulas de yoga, além de uma série de eventos promovidos no local – a maioria com foco na gastronomia, oferecendo experiências desenvolvidas em parceria com chefs convidados, envolvendo o público no universo da cerâmica. O espaço foi inteiramente pensado de forma a acolher e receber bem o visitante. Até o mobiliário foi desenhado dentro do próprio ateliê, garantindo que a cerâmica seja a protagonista dos ambientes. A dica é ir sem hora para voltar, pois você certamente não vai querer ir embora tão cedo. E não deixe de experimentar o delicioso bolinho, assado diretamente no pote de cerâmica. Umas das opções mais procuradas é o bolinho vegano de cacau com laranja e especiarias, que já é uma das marcas do ateliê. A iguaria vem acompanhada de uma calda quente de cacau, que é servida à parte.

Luminárias

Além da produção de utilitários, Daniel Romeiro ainda se dedica à produção de luminárias em cerâmica. No início, apresentou suas criações para alguns arquitetos e elas logo começaram a fazer um enorme sucesso e podem ser vistas em vários projetos residenciais e comerciais. O designer chegou a ser convidado para produzir uma série de vasos e luminárias para a sede do Google em Belo Horizonte, que integram uma instalação no refeitório da empresa.

O Ateliê de Cerâmica

Funcionamento: segunda à sábado, de 9h às 18h
Avenida Prefeito Gil Diniz, 580 – Centro – Contagem
Informações e vendas pelo telefone e whattsapp: (31) 3398-3733
www.oateliedeceramica.com

Rolar para cima