Repaginando a casa em período de isolamento social com projeto feito à distância

A atriz Erika Januza é apaixonada por arquitetura e decoração e topou a empreitada de assumir uma repaginação completa no apartamento onde vive, no Rio de Janeiro. Com os protocolos impostos pela pandemia, ela arregaçou as mangas para materializar o projeto

Andreia Júlio
A atriz Erika Januza assumiu uma repaginação completa em seu apartamento

Morando no Rio de Janeiro desde 2012, ano que estreou oficialmente na TV como protagonista da série Subúrbia, da Rede Globo, a mineira Erika Januza já passou por diferentes habitações, até encontrar o apartamento que vive atualmente com seus dois cachorros, Preta Maria e Uili Nelson. Da sua estreia até hoje, Erika coleciona papeis de sucesso, interpretando personagens marcantes no cinema, nas novelas e também em séries. Mas o que pouca gente sabe é que a atriz é uma apaixonada por arquitetura e decoração. Desde a adolescência nutria uma certa paixão por lustres e admite ainda ter uma queda especial por tudo que envolve iluminação. Erika revela que sempre gostou bastante do universo da decoração, mas foi quando saiu de casa e precisou ir morar sozinha que teve a oportunidade de colocar esse lado mais em prática.

E com o passar do tempo começou a sentir vontade de ir deixando a casa com a sua cara e decidiu investir em alguns ajustes por sua conta a partir de pesquisas e referências encontradas na internet. O período de quarentena imposto pela pandemia da Covid-19 contribuiu para que ela decidisse ir atrás de ajuda, entrando em contato com alguns perfis da internet que a inspiravam. “Tenho uma vida bem agitada e nunca consegui deixar minha casa como gostaria, mas passando mais tempo em casa durante a quarentena, comecei a observar mais o meu canto. E pensei no que poderia mudar sem depender da presença de outras pessoas devido ao isolamento social”, relata Erika.

O que era para ser uma simples consultoria acabou se transformando em um projeto à distância reunindo as três, e que teve como consequência uma mudança radical na casa da atriz em um curto período de tempo, que contemplou sala, cozinha, suíte, quarto de vestir, varanda e dois banheiros. “Depois de muita conversa em um grupo no WhatsApp, começamos o projeto com a Bruna e resolvemos modificar a casa inteira. E foi um processo super divertido para nós três, demos muitas risadas. Ajudamos na escolha de todo o contexto do projeto e depois de identificar seu estilo e preferências, foi a vez de entrar com os quadros personalizados com fotografias pessoais da Erika e artes no estilo escolhido”, ressalta Roberta Vargas.

Imagem: Divulgação

Bruna Yung destaca: “Quando tive o primeiro contato com a Erika, logo percebi o Boho como estilo predominante na sua maneira de ser, e ele foi incorporado ao projeto, juntamente com o conceito Urban Jungle, a famosa “Floresta Urbana” já que ela ama o contato com a natureza. Além disso, o projeto dela seguiu muito na vibe DIY “faça-você-mesmo”, o que combinou perfeitamente com o período de quarentena que estamos vivendo”.

O fato é que, neste caso, a cliente e as duas profissionais nunca se encontraram pessoalmente. Todo o projeto foi concebido de forma remota. Parte da agilidade no processo foi garantida porque Erika Januza decidiu botar a mão na massa, participando ativamente de todo o processo. “Até piso eu troquei”, diverte Erika Januza.

Imagens: Divulgação

Ela até chegou a compartilhar com o público alguns detalhes como a instalação do piso da sala, feita por ela mesmo a partir de uma técnica inovadora. Tudo isso com a proposta de inspirar outras pessoas a fazerem o mesmo. E funcionou. A atriz foi recebendo diversas mensagens de pessoas que se diziam influenciadas por ela e que decidiram se aventurar pelo mesmo caminho. “Ver as pessoas se inspirando nas transformações que a própria Erika executou tão perfeitamente, foi uma enorme felicidade!!! Poder entrar mesmo que de longe nas casas das pessoas de forma benéfica, seja nos pequenos ou grandes detalhes, me faz crer que estou exatamente aonde gostaria de estar”, destaca a arquiteta Bruna Yung.

De acordo com o Erika Januza, o desafio de todo o processo talvez tenha sido superar sua ansiedade de esperar a chegada das compras e materiais para a consequente instalação/montagem, mas pelo visto, valeu a pena esperar.

Imagem: Divulgação
Rolar para cima