EDITORIAL

Entre. A casa é sua

É sempre um desafio apresentar uma nova empresa ao mercado. É necessária certa dose de coragem e ousadia, principalmente quando a nova empreitada busca alcançar um público tão qualificado. Exige da equipe muito mais cuidado com cada detalhe. 

Mesmo assim optamos por assumir a responsabilidade de sermos instrumento de constantes discussões do complexo universo que decidimos atender e estamos preparados para receber muito bem a todos, bem como ser uma vitrine de tudo o que acontece no mundo em termos de inovações e praticidades. Aqui, todos os envolvidos terão espaço para a construção de um novo olhar sobre a arquitetura, o design, a construção civil e outras áreas afins.

A ABREU.DIGITAL foi fundada em 2020. Porém, bem antes disso, um time composto por especialistas, unidos por um mesmo ideal, já pensava a empresa: sua Missão, sua Visão e seus Valores. Acreditamos em uma comunidade global na qual profissionais, estudantes, fornecedores, consumidores, amantes da arquitetura, do design, da construção civil e de áreas afins, tenham espaço e participem da ABREU.

Abreu é um nome de origem portuguesa que significa “aquele que é generoso”, “doador”, “grato”. “O mais lindo da arquitetura é ser um ato de generosidade. O arquiteto precisa se colocar no lugar do outro para entender e poder atender suas necessidades, considerando boas soluções técnicas e estéticas”, disse uma das sócias da empresa. Aqui tivemos a primeira inspiração para o nome.

A partir da escolha do nome, veio o nome da publicação, utilizando as 3 primeiras letras: ABREU – Arquitetura brasileira em revista, o que representa uma dualidade proposital: refere-se à revista da ABREU e ao mesmo tempo remete ao sentido da arquitetura/design/construção serem (re)vistos, ou seja, vistos de novo, sob um novo olhar e uma nova ótica, no sentido de passar em revista, examina-los, revisitá-los, enfim, de construir uma nova vista.

O EU do ABREU veio fechar o conceito, representando todos os personagens: é o EU profissional, o EU estudante, o EU fornecedor, o EU consumidor e tantos outros EUs envolvidos com os propósitos da ABREU.

Em todas as edições, daremos vozes a todos esses EUs e nessa edição inaugural, foi a vez dos profissionais e especialistas Patricia Yegros, Júnia Nocchi, Carlos Teixeira, Augusto Ribeiro, Vênica Lima, Thiago Leone, Flávia Soares e os filhos Daniel Romeiro e Luiza Soares.

Na matéria de capa confira a revisita que a arquiteta Patricia Yegros faz ao Conjunto JK, em Belo Horizonte/MG. Ela traz reflexões importantes sobre esse ícone da arquitetura modernista projetado por Oscar Niemeyer na década de 1950.

Na entrevista demos voz a uma das mais queridas e respeitadas profissionais da área, a designer e relações públicas Júnia Nocchi. Com todo seu carisma e simpatia ela conta sobre sua trajetória, as dificuldades e alegrias com a profissão que escolheu.

Outro destaque dessa primeira edição é o Festival des Jardins Chaumont-sur-le-Loire, apresentado pelas mãos do arquiteto Carlos Teixeira. O Chaumont é um encontro com reputação internacional e a edição 2020 foi inaugurada no último dia 16 de maio.

Contamos ainda com matérias importantes e muito interessantes sobre o Ateliê de Cerâmica, fundado por Flávia Soares em 2002; a Helô Franco Arte, idealizada por Thiago Leone; os ensinamentos de Vênica Lima que nos aconselha a ficarmos “vivos e atentos”; a trajetória da startup de Augusto Ribeiro, que faz sempre novo, de novo.

Para finalizar, convidamos todos para participarem da ABREU – Arquitetura brasileira em revista e também da abreu.digital. Aqui todos terão vez e voz, enviando artigos, dicas, notícias ou divulgando eventos. O sucesso da publicação será a participação de todos.

Junte-se a nós!!! A casa é sua!!!

Equipe ABREU

Rolar para cima