Arte e engenharia juntas

O jeito pensativo, as expressões gaúchas e os gestos timidamente discretos, assim como a fala segura de quem transborda conhecimento traçam o perfil de Ismael Solé. Entronizado ao posto do mais prestigiado ofício na arte de restaurar, o engenheiro de 65 anos, nascido em Pelotas, (RS) é responsável por devolver o encanto, a beleza e a magia dos templos culturais, ultrapassando a marca de cem obras recuperadas Brasil afora e nos países do Peru e Argentina.