Mudanças, “novo normal” e as construções a seco

Vivemos em constantes mudanças, constantes descobertas e constantes adaptações. O que mais escutamos nesses tempos de confinamento são opiniões sobre esse “novo normal”. Passamos mudanças no modus vivendi e isso afeta os espaços individuais, coletivos e virtuais. A tecnologia nos acompanha em todas essas mudanças, os softwares, aplicativos e programas nos ajudam a medir as informações e dados e deixar estratégias para resolver as soluções mais organizadas e claras. Com o setor da construção civil não é diferente. As indústrias de tijolos e cimento já enxergam a mudança dos sistemas construtivos, e espera-se para os próximos anos um aumento do setor da construção seca. Arquitetos, engenheiros, construtores e construtoras devem se adaptar a essa nova realidade e se manter à frente do setor, e são fundamentais para nos ajudar a ressignificar esse jeito de morar assim como as melhores formas de construir esses lares.